ALGUNS ACONTECIMENTOS EM 1976

Em 3 de abril de 1976, na SOBEU, atual UBM, começou o primeiro curso idealizado pelo GREBAL. Era o curso de Esperanto, organizado por Denise Deslandes.

As aulas ministradas pelo professor Amarílio Carvalho tinham uma taxa única de Cr$100,00, com direito a material didático e certificado de conclusão. A duração era de 3 meses. A aula inaugural foi um acontecimento promissor, e dela participaram: Braz Cosenza e profª. Cedilha Neto (presidente e secretária da Cooperativa Cultural dos Esperantistas do Rio de Janeiro); J. M. do Lago Leal (presidente do GREBAL); Alberto Flores; professor Amarílio Carvalho (designado pela Cooperativa para ministrar o curso); vários membros efetivos do GREBAL, entre eles Denise Deslandes; Oswaldo Porto e Francisco Nogueira; o pianista Luiz Hélio do Amaral (presidente do GREBAM) e a maior parte dos alunos matriculados, que até a aula inaugural eram 28 (vinte e oito). No ano seguinte, em 10 de setembro de 1977, foi fundado o BAMEK – Barra Mansa Esperanto Klubo, com apoio do GREBAL, que cedeu espaço para as reuniões, inclusive patrocinou a impressão de seu estatuto.
Até hoje, o GREBAL apóia o Esperanto.

O escritor e poeta Murilo de Souza Araújo, do Cenáculo Brasileiro de Letras (Rio de Janeiro), esteve em Barra Mansa a convite do Grêmio, no dia 9 de outubro de 1976, e proferiu uma palestra com o tema “Poesia, Essência do Sentimento”, no auditório da ACIAP-BM. Na ocasião foi distribuído aos presentes o livro “Trovas de Barra Mansa”, recém lançado pelo GREBAL. Depois da palestra os presentes visitaram a sede do Grêmio, no Edifício Leal (Av. Domingos Mariano 88/101), que era próxima à Associação Comercial.

Item 3

Corporate Brochure