ALGUNS ACONTECIMENTOS EM 1977

Em abril de 1977, o GREBAL obteve seu CGC (Cadastro Geral de Contribuintes), atual CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas), registrado sob o nº 29.809.910/0001-00.

No dia 30 de abril de 1977, o GREBAL promoveu um grande evento em sua sede na avenida Domingos Mariano, 88/101. Foi um encontro entre contistas, trovadores e seresteiros, que contou com a presença de muitos membros. A seresta foi das 19 às 23 horas, com o cantor Dirceu Nogueira Costa e os instrumentistas Wilson Deslandes, Hamilton Vanazzi, Luiz Miranda, Devanil e Julinho, do GREBAM. Na mesma noite, foram entregues os diplomas e troféus aos participantes do “1º Concurso Sul Fluminense de Contos”, promovido pelo jornal “O Sul Fluminense”, com apoio do GREBAL. Concorreram não só autores de Barra Mansa, mas ainda de Volta Redonda, Resende, Barra do Piraí, Valença e Angra dos Reis. Para a premiação foi formada uma mesa principal, composta por Jane Maleck (presidente do MOBEC); Juarez Modesto (diretor do jornal “O Sul Fluminense”) e jornalista José de Oliveira (redator do jornal “O Líder”). Depois Juarez Modesto entregou a cada participante um diploma e anunciou a seguir o resultado do concurso. Pelo segundo lugar, com o conto “Laura”, o premiado foi Francisco Nogueira.

Em 13 de setembro de 1977, a Câmara Municipal aprovou o Projeto de Lei do vereador Elmiro Chiesse Coutinho, considerando o GREBAL uma instituição de
Utilidade Pública Municipal, resultando na Lei nº1.456, sancionada no dia 20/09/1977, pelo prefeito Marcello Fonseca Drable. Mais uma grande vitória para o Grêmio.

Ainda em setembro de 1977, o GREBAL ganha um belo presente. A artista plástica e trovadora Julçaman Fontes Antonio doou uma pintura de sua autoria, retratando Érico Veríssimo, patrono da biblioteca do Grêmio.

Item 3

Corporate Brochure