prosa

Salve a Inteligência Masculina

Salve a Inteligência Masculina



por Eliana Neri


Como é bom ser mulher!!!


Em novembro, começam as festas de confraternização de clientes, de fornecedores, do trabalho, dos amigos, da família e até festa pré-natal.
Natal.
Ano Novo.
Quando nos olhamos no espelho lá está ele: o sobrepeso.
É hora de voltar para as atividades físicas e começar pela caminhada é o melhor caminho.
Levanto cedo e visto a bermuda de lycra.
Minha nossa...
Meu bumbum ficou grande e nem está redondinho.
Apelo para a inteligência masculina que usa bermudão e camiseta larga, tanto para caminhar quanto para passear.
Coloco um bermudão confortável, um top e por cima uma camiseta larguinha. Deixo uma das alças caída para dar um charme feminino, brincos de strass, boné, óculos escuro, tênis e saio para os cinco quilômetros que pretendo caminhar antes do sol ficar muito forte.
Pelo trajeto passo por vários homens, malhados ou gordinhos, de todas as idades, com seus bermudões e camisetas largas, todos bem à vontade.
E me pego a pensar: por que temos que estar 24 horas por dia lindas, impecáveis e vestidas para ser o centro das atenções?!
Por que temos que caminhar com roupas que nos deixam sensuais e atraentes?
Por que temos vontade de ser desejadas e aceitas pelo ser masculino o tempo todo?
Quando é que vamos pensar em nós e por nós mesmas?
Eu me sentia bem com a roupa que usava, era confortável, não mostrava minhas imperfeições e não sentia a obrigação de me fazer admirada, percebida e gostosa.
Aproveitei a caminhada para colocar meus pensamentos em ordem. A oxigenação no cérebro, com certeza, me fez ter várias idéias para a realização de meus sonhos e, ao mesmo tempo, estava atenta a tudo ao meu redor.
Percebi o apito do trem.
Olhei para o outro lado da pista, por onde o trem passava, estranhando, pois ali não havia nenhuma passagem para nível e me surpreendi com o maquinista sorrindo para mim.
Como são as coisas... Eu estava sendo paquerada.
O andar de uma mulher é inconfundível.
A feminilidade de uma mulher é inconfundível.
Mesmo que ela esteja vestindo roupas confortáveis e que não sejam sensuais.
O olhar e o sorriso de uma mulher são insuperáveis quando querem.
Continuei a caminhar mais cheinha.
Cheinha de admiração por mim que não deixei a insatisfação me dominar.
Cheinha de bom humor por ter ouvido o apito do trem.
Cheinha de felicidade por ser feminina.
Cheinha pela convicção e opção pelo conforto de bem-estar.
Como é bom ser mulher e decidir se queremos ou não ser manipuladas pelo sistema imposto pela moda e sensualidade obrigatórias!
Como é bom ser mulher!!!